(21) 2539-2320 contato@vilaseca.com.br
Reabertura da Loja Vilaseca, agora em Botafogo!

Reabertura da Loja Vilaseca, agora em Botafogo!

Queridos amigos,
Tenho o prazer de comunicar a re-abertura da nossa loja Vilaseca, agora em Botafogo, na mesma vila onde estamos há 48 anos. A loja, que esteve por 10 anos no Casashopping, volta para ocupar um importante espaço de divulgação e comercialização de arte.

Para você que conhece a nossa vila,  será uma oportunidade de rever este oásis de paz e tranquilidade, na Rua Dona Mariana, coração do bairro de Botafogo. O nosso ateliê  continua no mesmo local, na casa 06, enquanto a Loja Vilaseca ocupa a casa 01, na entrada da Vila.

A nova casa foi inteiramente reformada e conta com 3 espaços: No primeiro andar, montamos uma marcenaria completa, onde você poderá solicitar uma moldura para ser feita na hora, enquanto tomamos um café; no segundo andar, o retorno da nossa consagrada loja, com pinturas, fotografias e gravuras de artistas nacionais e internacionais; e no terceiro andar, nossa reserva técnica e sala de restauro, a cargo do nosso colaborador Zé Pedro.

Ao lado deste novo espaço, na casa 02, estamos também inaugurando a nova Portas Vilaseca Galeria, que vem do Leblon para sua nova sede, com 4 andares e espaço para múltiplas exposições.

Veja abaixo algumas fotos do nosso novo espaço.

Te convido a conhecer e tomar um café conosco!
Você vai adorar!

Endereço:
Rua Dona Mariana, 137 – Casa 01
Botafogo, Rio de Janeiro
Estacionamento no RioPark, ao lado da Vila

Um abraço,
Jaime Vilaseca

Você sabia que os fungos são as sardas de uma obra de arte?

Você sabia que os fungos são as sardas de uma obra de arte?

Assim como o sol provoca sardas na nossa pele, a luz, a umidade e a acidez provocam o aparecimento de fungos no papel.
Antigas molduras fechadas com fundos de papelão ou de Eucatex aceleram todo o processo.
O problema é progressivo e se não for corrigido a tempo, pode acabar com a sua obra.
Na dúvida fotografe a sua obra e passe para mim por e-mail que aconselharei o melhor procedimento a seguir.
“De nada vale ter se não se sabe conservar!”